Capa

Melo e Kubot avançam para as oitavas de final do US Open

A dupla cabeça de chave número 2 conquistou a segunda vitória em Nova Iorque (EUA) neste sábado (31), diante de Kovalik e Vinolas, dando mais um passo em sua caminhada na edição 2019 do torneio. Próximos adversários serão Mayer e Sousa

31.08.2019  |  455 visualizações

São Paulo (SP) – Duas vitórias, em duas atuações mostrando muita confiança, e a dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot está nas oitavas de final do US Open. Neste sábado (31), pela segunda rodada do Grand Slam norte-americano, em Nova Iorque, os cabeças de chave número 2 derrotaram o eslovaco Jozef Kovalik e o espanhol Albert Ramos-Vinolas por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h11min. Os próximos adversários em Flushing Meadows serão o argentino Leonardo Mayer e o português João Sousa, que ganharam do finlandês Henri Kontinen e do australiano John Peers - cabeças 14 - por 2 a 1 - 3/6, 6/3 e 7/6 (7-4). Jogo está programado para este domingo (1), por volta das 18h (horário de Brasília).

Com os quatro jogos disputados na conquista do título em Winston-Salem, na semana passada, e os dois, agora, em Nova Iorque, Melo e Kubot somam seis vitórias seguidas. Jogos em que têm tido muita concentração, impondo seu ritmo para superar os adversários e confirmar o favoritismo. 

Como fizeram na estreia no US Open, Melo e Kubot dominaram totalmente o primeiro set. Com uma quebra logo no segundo game, venceram por 6/3. Aí veio a segunda série e o jogo ficou bem mais equilibrado. No início, muitos breaks. De Melo e Kubot, fazendo 1/0, dos adversários devolvendo na sequência, 1/1, depois quebrando de novo para abrir 3/1, e dos cabeças de chave número 2, com mais um break, encostando em 3/2 e empatando em seguida. A partir daí, sempre com muita confiança, Melo e Kubot retomaram o controle do jogo. Com uma nova quebra, no nono game, passaram à frente, 5/4, fechando em 6/4, com ace de Marcelo.

Esta é a 13ª participação de Marcelo no US Open, em que foi vice no ano passado, com Kubot, e duas vezes semifinalista (ambas com o croata Ivan Dodig - 2013 e 2014). Em Grand Slam, já comemorou dois títulos – em Wimbledon 2017, com Kubot, e em Roland Garros 2015, com Dodig, e foi duas vezes vice – no US Open e, em 2013, em Wimbledon (Dodig).

Terceiro na Corrida para Londres - Com o título em Winston-Salem, Melo e Kubot subiram para o terceiro lugar na Corrida para Londres, torneio que reúne as oito melhores parcerias da temporada, em novembro, na Inglaterra. Eles somam 3.265 pontos, bem próximos da dupla segunda colocada, do sul-africano Raven Klaasen e do neozelandês Michael Venus, com 3.280. Os líderes são os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, com 5.940. No ranking mundial individual de duplas, Melo é o quinto colocado, com 6.390 pontos. Kubot aparece em quarto, com 6.570.

Trinta e quatro vitórias em 2019 – O mineiro Marcelo Melo, 35 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 37 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Na temporada 2019, conquistaram 34 vitórias, quatro no Masters 1000 de Indian Wells, com o vice-campeonato, três no Masters 1000 de Miami, duas no Masters 1000 de Monte Carlo, uma em Barcelona, duas em Madri, três em Roma, duas em Roland Garros, uma em s-Hertogenbosch, três em Halle (com o vice), três em Wimbledon, duas em Washington, duas em Cincinnati, quatro com o título em Winston-Salem e duas no US Open. 

Principais conquistas na carreira – Marcelo conquistou em Winston-Salem o seu 33º título na carreira, recordista brasileiro, todos em duplas. Dois são Grand Slam – Roland Garros, na França (2015) e Wimbledon, em Londres (2017) e nove Masters 1000, além de sete ATP 500 e 15 ATP 250. Em 2019, pelo 13º ano consecutivo comemora no mínimo um título por temporada. Foi a 13ª conquista ao lado de Kubot. Juntos, Melo e Kubot, ganharam pelo menos um torneio por ano desde 2015. Nesta temporada, Marcelo atingiu mais um recorde, ao somar 500 vitórias, maior vencedor entre os tenistas do país, passando a ser o 35º jogador de todos os tempos a atingir essa marca.

O primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Xangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).

Temporada 2019

Título
ATP 250 – 
Winston-Salem (EUA), rápida

Vice-campeonato 
Masters 1000 – 
Indian Wells (EUA), rápida
ATP 500 - Halle (Alemanha), grama 

Mais informações:
Site:  
www.melomarcelo.com 
Fanpage:  facebook.com/marcelomelo83 
Instagram: @marcelomelo83

ZDL
Doro Jr. - MTb 13209 -   
dorojr@zdl.com.br    - 11 984579723
Deborah Mamone - MTb 15148  -   
deborah@zdl.com.br    - 11 3285.5911

Site: 
www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsport
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

 

  • Dupla conquistou a sexta vitória seguida
    (Divulgação)

Leia também...

12.09.2019

Copa Davis: Marcelo Melo e Bruno Soares jogam neste sábado (14) às 11 horas

Será a terceira partida do confronto diante de Barbados pelo Zonal Americano I, no saibro da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma (SC)

09.09.2019

Marcelo Melo treina em Criciúma (SC) para confronto da Copa Davis contra Barbados

Time Brasil já está na cidade catarinense. A preparação segue durante a semana. Jogos serão nesta sexta-feira (13) e no sábado (14) e ele não esconde a alegria em defender o País pela 23ª vez

01.09.2019

Melo e Kubot param nas oitavas de final do US Open

Jogo diante de Mayer e Sousa foi disputado neste domingo (1º), em Nova Iorque (EUA). Dupla volta à quadra no final do mês, no ATP 500 de Beijing

30.08.2019

Melo e Kubot estão na segunda rodada do US Open

Com o mesmo ritmo e confiança da conquista do título em Winston-Salem, dupla - vice-campeã do ano passado e cabeça de chave número 2 - comemorou nesta sexta-feira (30) a vitória diante de Molchanov e Sitak para avançar no Grand Slam

Entre em contato