Capa

Em jogo muito equilibrado, Melo e Kubot param na semifinal diante dos irmãos Bryan em Miami

Partida tinha sido adiada na quinta-feira (28), por causa das chuvas, quando estava empatada em 2/2 no primeiro set e continuou nesta sexta-feira (29). Foram 2h28min até a definição no match tie-break

28.03.2019  |  398 visualizações

São Paulo (SP) - Em um jogo emocionante, muito equilibrado, decidido nos detalhes, em um disputado match tie-break, Marcelo Melo e Lukasz Kubot pararam nesta sexta-feira (29) na semifinal do Masters 1000 de Miami. Após 2h28min, os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan marcaram 2 sets a 1, parciais de 7/6 (9-7), 6/7 (8-10) e 14-12, para avançar à final do torneio. A partida tinha sido adiada na quinta-feira (28) por causa das chuvas, quando estava empatada em 2/2.

Melo e Kubot encerraram a disputa de dois torneios nos Estados Unidos – Indian Wells e Miami - com balanço positivo: um vice-campeonato, uma semifinal e a subida no ranking: na segunda-feira (01/04), Marcelo será sexto e Kubot quarto no ranking mundial individual de duplas da ATP. Agora, voltam à quadra no Masters 1000 de Monte Carlo, a partir do dia 14 de abril.

"A semifinal foi impressionante. Quem viu desfrutou de um belo jogo de duplas. Ganhar ou perder faz parte do tênis e sempre aprendemos mais com as derrotas do que com as vitórias. Foi o caso desta sexta-feira. Muito obrigado pela torcida. Em todos os jogos a quantidade de brasileiros foi incrível. Quero agradecer o carinho que sempre temos recebido", analisou Marcelo, patrocinado por Centauro, BMG e Itambé, com o apoio da Volvo, Orfeu Cafés Especiais e Confederação Brasileira de Tênis.

Jogo emocionante - Dois tie-breaks e um match tie-break muito equilibrados fizeram a vaga para a final em Miami ser definida nos detalhes. No primeiro set, Melo e Kubot tiveram a grande chance ao conseguir uma quebra no nono game, fazendo 5/4 e sacando na sequência para fechar a série. Mas, os Bryan reagiram e devolveram o break, salvando três set points. No tie-break, mais disputa. Melo e Kubot chegaram a ter mais um set point no 6/5, mas a vitória foi dos irmãos por 7/6 (9-7). No segundo set, de novo o equilíbrio. Desta vez sem quebras, as duplas foram para outro tie-break. Melo e Kubot salvaram três match points para reagir e vencer por 7/6 (10-8) e levar o jogo para o match tie-break.

Como não poderia deixar de ser, em uma partida tão disputada, o match tie-break foi emocionante. Melo e Kubot saíram de uma desvantagem de 5-2 e marcaram quatro pontos seguidos para passar à frente, 6/5. Chegaram a ter quatro match points, mas desta vez foram os Bryan que salvaram. Nos últimos pontos, novamente muito equilíbrio, até a vitória de Bob e Mike por 14-12. 

Sete vitórias em 2019 – O brasileiro Marcelo Melo, 35 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 36 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Na temporada 2019,  conquistaram sete vitórias, quatro no Masters 1000 de Indian Wells, com o vice-campeonato, e três no Masters 1000 de Miami.

Em 2018, Melo e Kubot disputaram 63 jogos, em 25 torneios, com 41 vitórias, conquistando quatro títulos: ATP 250 de Sidney, na Austrália; ATP 500 de Halle, na Alemanha; ATP 500 de Beijing e Masters 1000 de Xangai, ambos na China. Nos Grand Slam, foram vice-campeões no US Open, em Nova Iorque (EUA). O ano marcou três recordes na carreira de Marcelo: passou a ser o tenista brasileiro com maior número de semanas no topo do ranking - 56; recordista brasileiro em número de títulos da ATP, encerrando 2018 com 32; e o jogador brasileiro que mais vezes disputou o ATP Finals - seis vezes.

Principais conquistas na carreira - Entre os 32 títulos de Melo na carreira, todos em duplas, dois são Grand Slam – Roland Garros, na França (2015) e Wimbledon, em Londres (2017) e nove Masters 1000, além de sete ATP 500 e 14 ATP 250. Em 2018, pelo 12º ano consecutivo comemorou ao menos um título por temporada. O primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Xangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).

Temporada 2018

Títulos:
ATP 250 –
 Sidney (Austrália), rápida
ATP 500 - Halle (Alemanha), grama
ATP 500 - Beijing (China), rápida
Masters 1000 - Xangai (China), rápida

Vice-campeonato:
Grand Slam - US Open
 - Nova Iorque (EUA)

Mais informações:
Site:  
www.melomarcelo.com 
Fanpage:  facebook.com/marcelomelo83 
Instagram: @marcelomelo83

ZDL
Doro Jr. -   
dorojr@zdl.com.br    - 11 984579723
Deborah Mamone -   
deborah@zdl.com.br    - 11 3285.5911

Site: 
www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsport
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

  • Em Miami, a dupla foi semifinalista
    (Mike Lawrence / ATPTour.com)

  • Kubot e Melo foram finalistas em Indian Wells
    (Peter Staples / ATPTour.com)

Leia também...

Entre em contato