Capa

Alunos do Projeto Social Correios, Squash que Transforma vivem a emoção de competir no Brasileiro

Ana Clara, Luísa, Bernardo e João Carlos disputaram dois torneios classificatórios em Brasília (DF) e garantiram as vagas para jogar em São Paulo (SP). Um momento muito especial, para quem está há apenas três meses praticando o esporte. Ana Paula foi vice-campeã, com Luisa chegando até a semifinal

19.11.2018  |  1.169 visualizações

São Paulo (SP) – As quadras dos clubes Pinheiros, Hebraica e Paineiras, na capital paulista, receberam neste mês de novembro os jogos do Campeonato Brasileiro de Squash. Entre os 300 competidores, de diversas categorias, que buscaram vitórias e títulos, quatro viveram um momento muito especial. Bernardo Miranda, 11 anos, João Carlos Silva Santos, 13 anos, Ana Clara Ferreira e Luísa Guedes, ambas de 12 anos, saíram de Brasília (DF) para disputar seu primeiro torneio nacional, apenas três meses depois de conhecerem a modalidade.

Eles são quatro dos 20 estudantes selecionados que integram, desde o mês de agosto, em Brasília, o “Squash Urbano Capital – Projeto Social Correios, Squash que Transforma”. Um programa acadêmico e esportivo, com profissionais capacitados, desenvolvido pela Confederação Brasileira de Squash (CBS), em parceria com os Correios, que busca transformar a vida de jovens estudantes de escolas públicas, proporcionando enriquecimento acadêmico, saúde, bem-estar, responsabilidade social e liderança por meio do squash.

“É um projeto muito especial, dando oportunidade a esses estudantes de conhecer o esporte e, ao mesmo tempo, proporcionando reforço acadêmico. Estar no Brasileiro representa uma motivação muito grande para eles, um incentivo, independente de resultados”, afirmou Carlos Paiva, presidente da CBS.

Bernardo, João Carlos, Ana Clara e Luísa estudam no Centro de Ensino Fundamental Polivalente (CEF Polivalente), escola referência na capital federal e viram, há três meses, o squash passar a fazer parte do seu dia a dia. Duas vezes por semana frequentam a Capital Squash Center, parceira do projeto em Brasília. Entre os 20 participantes, os quatro foram os melhores nos dois torneios classificatórios realizados para definir quem viria a São Paulo disputar as categorias juvenis. Acompanhados dos pais, viveram dias de sonho, de muitas experiências, de descobertas, que ficarão para sempre na memória. Com muita história para contar. Juntos, inclusive, plantaram flores no jardim do Pinheiros, em frente às quadras de vidro.

Bons resultados - Para Ana Clara e Luísa, momento de comemorar, também, os bons resultados. Ana foi campeã da categoria sub 13 e vice-campeã na categoria sub 15, válida pela terceira etapa do Circuito Correios de Squash Juvenil. Luísa chegou à semifinal – perdendo para Ana Clara - no sub 15 e foi vice-campeã no sub 13. Em comum, em todos eles, a emoção de estar competindo em nível nacional poucos meses após conhecer o squash.

“Muito legal. Não esperava. Estou gostando muito de participar do projeto e agora vou ficar ainda mais motivada. Quero continuar”, comemorou Ana Clara, que veio acompanhada da mãe Simone, do pai Wesley e do irmão. “Estamos tão emocionados quanto eles. Desde o início senti que seria algo bom para nossos filhos. E três meses depois estamos aqui, vivendo tudo isso”, observou Simone.

“Eu não conhecia o squash. Aí logo me interessei. Está sendo muito bom e quero continuar. Temos o tempo para estudar e o tempo para jogar. Muito legal”, explicou Luisa, que em São Paulo contou com a companhia da mãe, Bárbara. “Não imaginávamos quando começamos com o projeto que ele nos traria aqui tão logo. Muito motivador. Uma experiência única, que ela vai lembrar para o resto da vida”, garantiu.

“Fiquei um pouco nervoso quando cheguei aqui no Brasileiro, mas foi uma experiência muito boa para adquirir técnica. Pude jogar contra quem já está no esporte há muito mais tempo. Sem falar na oportunidade de ver de perto os profissionais. E de ter jogado na quadra de vidro azul do Pinheiros. Não conhecia o squash antes do projeto. Estou gostando muito”, destacou Bernardo. “Estou feliz vendo meu filho feliz. Desde o início do projeto está muito entusiasmado. Sua primeira viagem de avião, experiência inesquecível”, disse o pai, Leandro.

“Quando cheguei para jogar em São Paulo, eu fiquei nervoso no começo. Mas estou gostando muito, de participar do projeto e de estar aqui”, afirmou João Carlos, lembrando das partidas que disputou pela categoria sub 15 e que, agora, vai levar na memória e contar para os colegas, no retorno a Brasília.

“Sem dúvida uma das maiores experiências da vida deles, se expondo para jogar um campeonato nacional. Crescimento e aprendizado muito grandes”, explica o professor Wilian Cruz, da Capital Squash Center, que acompanhou os quatro na viagem a São Paulo.

Três pilares: acadêmico, squash e serviço comunitários - O Projeto Social Correios, Squash que Transforma é realizado com base em 20 anos de experiência em iniciativas similares nos Estados Unidos e tem como parceira a Squash Education Alliance (EA), que conta com vários membros nos Estados Unidos e afiliados internacionais. São três pilares: o acadêmico, no qual os estudantes têm suporte com aulas de inglês, auxílio na lição de casa e monitoria acadêmica individualizada; o squash, com aulas individuais e em grupo, com treinadores capacitados, participação em clínicas e competições; e o serviço comunitário, sendo voluntários na comunidade por no mínimo 15 horas ao ano.

O diretor do projeto é Diego Bolzan, técnico do Time Correios Juvenil de Squash. Na primeira seletiva, neste ano, foram escolhidos os 20 estudantes que estão participando atualmente do projeto, que inicialmente está sendo realizado em Brasília. Para o ano que vem devem ser selecionados mais 20, totalizando 40 alunos no total. A permanência será de acordo com a assiduidade ao Squash Urbano e o desempenho escolar.  

Mais informações:
Site:  
http://cbsquash.com.br/
Fanpage:  
https://www.facebook.com/squashbrasil/

ZDL
Doro Jr. -   
dorojr@zdl.com.br    - 11 984579723
Deborah Mamone -   
deborah@zdl.com.br    - 11 3285.5911

Site: 
www.zdl.com.br
Facebook: 
www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: 
www.instagram.com/zdlsports
Twitter: 
www.twitter.com/ZDLcomunica

  • Bernardo, Luísa, João Carlos e Ana Clara no Pinheiros
    (Correios / Divulgação)

  • Juntos, plantando flores em frente às quadras
    (Correios / Divulgação)

  • Ana Clara e Luísa se enfrentaram
    (Correios / Divulgação)

  • Ana Clara foi campeã no sub 13 e vice no sub 15
    (Correios / Divulgação)

  • Luísa chegou até as semifinais da sub 15 e foi vice no sub 13
    (Correios / Divulgação)

  • Bernardo, feliz com a experiência de jogar o Brasileiro
    (Correios / Divulgação)

  • João, gostando muito de participar do projeto
    (Correios / Divulgação)

  • O professor Willian, acompanhando o grupo no Brasileiro
    (Correios / Divulgação)

Leia também...

Entre em contato