Capa

Em Paris, Melo e Kubot estreiam nesta quinta-feira no Masters 1000

Dupla enfrenta o paquistanês Qureshi e o grego Tsitsipas, no primeiro passo na defesa do título conquistado no ano passado. Jogo será por volta das 10h (horário de Brasília)

31.10.2018  |  361 visualizações

São Paulo (SP) – O Masters 1000 de Paris encerra a sequência de torneios de Marcelo Melo e Lukasz Kubot antes do ATP Finals e a estreia da dupla na capital francesa – bye na primeira rodada – está marcada para esta quinta-feira (1º), por volta das 10h (horário de Brasília), em partida válida pelas oitavas de final. Será o primeiro passo na defesa do título conquistado no ano passado – Marcelo foi campeão também em 2015, com o croata Ivan Dodig. Os adversários são o paquistanês Aisam Ul-Haq Qureshi e o grego Stefanos Tsitsipas, que nesta quarta-feira (31) derrotaram a dupla da casa, que recebeu wild card, os franceses Gregoire Barrere e Adrian Mannarino, por 2 sets a 0 – 7/6 (9-7) e 6/4.

Nesta etapa final da temporada, Melo e Kubot  - cabeças de chave número 3 em Paris – conquistaram em outubro dois títulos na China, o ATP 500 de Beijing e o Masters 1000 de Xangai. Antes ficaram com o vice-campeonato no US Open, último Grand Slam do ano. No total, somaram 10 vitórias seguidas. Dupla está treinando em Paris desde o fim de semana. 

"Eu e o Lukasz temos jogado muito bem, com confiança e, agora, é colocar isso aqui para Paris. Vamos passo a passo. Acho que voltamos a jogar o nosso nível. Então é seguir firme e manter o foco", afirma Marcelo, patrocinado pela Centauro, BMG e Itambé, com o apoio da Volvo e Confederação Brasileira de Tênis.

ATP Finals encerra a temporada - Melo e Kubot já estão classificados para o ATP Finals, torneio que encerra a temporada em Londres, na Inglaterra, entre os dias 11 e 18 de novembro, com a presença das oito melhores parcerias de 2018. Será a sexta participação seguida de Melo – recordista entre os brasileiros –, a quinta de Kubot e a segunda juntos.

No ranking mundial de duplas, que define quem disputará o Finals, Melo e Kubot  ocupam o terceiro lugar, com 5.250 pontos. Já no ranking mundial individual de duplas, Melo e Kubot dividem o quarto lugar, com 6.690 pontos.

Concorrendo a melhor dupla do ano - Marcelo Melo e Lukasz Kubot estão concorrendo ao ATPWorldTour.com Fan's Favourite Awards, o prêmio da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) que define - em simples e duplas - os eleitos pelo público como seus favoritos do ano. A votação está aberta até esta sexta-feira (2) e pode ser feita no site da ATP: https://www.atpworldtour.com/en/news/atp-awards-2018-fans-favourite.

57 partidas, 39 vitórias e  quatro títulos na temporada  – O brasileiro Marcelo Melo, 35 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 36 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016.

Em 2018, foram quatro títulos até agora, com a disputa de 57 jogos e 39 vitórias - quatro em Sidney, campeões do ATP 250, três no Australian Open, em Melbourne, ambos na Austrália, uma no ATP 500 de Roterdã, na Holanda, uma no Rio Open, no Rio de Janeiro, uma no ATP 500 de Barcelona, na Espanha, duas no ATP 250 de Munique, na Alemanha, uma no Masters 1000 de Madri, na Espanha, uma no Masters 1000 de Roma, na Itália, duas em Roland Garros, duas no ATP 250 de S-Hertogenbosch, com Marcelo atingindo 450 vitórias na carreira, na estreia na Holanda, quatro no ATP 500 de Halle, com a conquista do bi na Alemanha, uma na estreia em Wimbledon, uma no Masters 1000 de Cincinnati, cinco no US Open, com o vice-campeonato, quatro no ATP 500 de Beijing, com o título, quatro no Masters 1000 de Xangai, também com o título, e duas em Viena. 

Recordes em 2018 e o 32º título na carreira - Neste ano, Melo passou a ser o tenista brasileiro com maior número de semanas no topo do ranking - 56 - e, também, o recordista brasileiro em número de títulos da ATP, com 32 agora, após a conquista em Xangai. Desde 2017, quando encerrou a temporada como número 1, ficou 30 semanas – 25 consecutivas - como líder (13 no ano passado e 17 em 2018). Antes, ele ocupou a liderança pela primeira vez em 2015, por 22 semanas, também virando o ano na frente, e voltou ao primeiro lugar por mais quatro semanas a partir de maio de 2016. Em março foi eleito atleta do ano pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil).

Principais conquistas na carreira - Entre os 32 títulos de Melo na carreira, todos em duplas, dois são Grand Slam – Roland Garros, na França (2015) e Wimbledon, em Londres (2017) e nove Masters 1000, além de sete ATP 500 e 14 ATP 250. Pelo 12º ano consecutivo comemora ao menos um título por temporada.

O primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam - Roland Garros 2015 e Wimbledon 2017 -, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).

Temporada 2018

Títulos:
ATP 250 –
 Sidney (Austrália), rápida
ATP 500 - Halle (Alemanha), grama
ATP 500 - Beijing (China), rápida
Masters 1000 - Xangai (China), rápida

Vice-campeonato:
Grand Slam - US Open
 - Nova Iorque (EUA)

Semifinais:
ATP 250 -
 Munique (Alemanha)
ATP 250 - S-Hertogenbosch (Holanda)
ATP 500 - Viena (Áustria)

Quartas de final:
Grand Slam -
 Australian Open (Austrália)
Masters 1000 - Madri (Espanha) e Roma (Itália)
ATP 500 - Barcelona (Espanha), Rio Open (Rio) e Roterdã (Holanda)

Mais informações:
Site:  
www.melomarcelo.com 
Fanpage:  facebook.com/marcelomelo83 
Instagram: @marcelomelo83

ZDL
Doro Jr. -   
dorojr@zdl.com.br    - 11 984579723
Deborah Mamone -   
deborah@zdl.com.br    - 11 3285.5911

Site: 
www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsport
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

  • Dupla está treinando em Paris desde o fim de semana
    (Felipe Castanheira / Divulgação)

  • Treinando para a estreia desta quinta-feira
    (Felipe Castanheira / Divulgação)

Leia também...

Entre em contato